Category: Síndrome/Vítima de Abuso Narcisista

MUNDO NARCISISTA: ELE É A MENTIRA, E NÃO O PAI DELA.

MUNDO NARCISISTA: Ele é a mentira, e não o pai dela.

O narcisista quer encontrar um inferno na sua vida. Na ausência, ele próprio o criará. O insignificante se tornará um problema demoníaco. Ele lhe venderá o problema como necessário, com palavras bonitas e sob as vestes da conquista de uma importante obstinação.

O narcisista é um demônio; rei da hipocrisia e mestre das falsas promessas. Espalha seus segredos, cria intrigas e te afunda em redundâncias inúteis. A ordem de vida dele é buscar o fútil, o desnecessário e o caótico. As vestes de bondade tornam a magia e a maldade narcisística incompreensíveis e, uma vez compreensíveis, assombrosas.

O narcisista não é o pai da mentira, ele é a própria, e a vive desenvergonhadamente; a comemora, a regurgita e se alimenta das fétidas somas da hipocrisia que ela cria.

O narcisista não é o pai da mentira, ele é a mentira.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 4,67 de 5)
Loading...

 

Positividade – Parte 2

Positividade não é algo ruim. Sua positividade não é algo ruim. Apenas não deve ser confundida com o que vem de fora. Sua positividade não é a visão de realidade encontrada por ou exposta por outro. Sua positividade não deve se diluir ou fazer concessões através de pedidos de desculpas. Sua positividade é unicamente sua e inquebrável, deve ser respeitada e imperdoável.

Armas Contra a Positividade

Piedade

Piedade e autopiedade são formas de abrir um buraco de crescimento oportuno no coração daquele que é positivo. Se veio de fora não é bom. Se veio de argumentação, não é bom. Se houve crítica inicial, não é bom. Se faltou um pingo de sensibilidade real, não é bom. Se houve motivo para duvidar, por um milésimo de segundo não é bom. Se não foi 100% bom, não, não é bom.

Amor

Amar a si é dar exemplo para quem pode aprender. Amor é o convite para destruição daquele que é positivo. “Se você pode amar, prove, venha, mostre, demostre”. Não prove, não vá, não mostre, não demostre. A cobrança é a prova da inexistência de amor cerceando seu livre-arbítrio. Seu amor é seu e para você. O amor de outrem deve ser por ele, e o contato entre as partes acenderá uma chama maior sem a necessidade de esforços para senti-la ou cultivá-la.

Sacrifício

Nem ao menos uma vez o faça. Sacrificar a positividade a serviço de outrem é o maior dos pecados. Só se doa parte daquilo que é íntegro, e tal doação jamais subtrai, só soma. O sacrifício da sua positividade lhe custará caro por quanto mais vezes acreditar que deveria tê-la de substitui-la por apenas um momento de algo ruim. Sua positividade é insacrificável. E é sua.

Início: Positividade – Parte 1

Positividade – Parte 1

O Único Caminho

Você não pode ser 100% positivo se não souber reconhecer algo ruim. Positividade e otimismo não é para quem é negativo e pessimista, ou para quem não pode sequer compartilhar da sua positividade. Positividade e otimismo são para você, apenas para você. Você os gera, você os rege e não os doa a ninguém. Você sabe que alguém positivo se cria sozinho, como você o fez. Você sabe que o que você ilumina é compatível apenas com os que também poderiam iluminar, e não para os que procuram a luz explorando parasitariamente a que você oferece, vestido com uma capa de hipocrisia.

Percebe-se que eventos, pessoas, ideias advindas de outrem que possuem ou possuíram presença constante impedem o cultivo e crescimento da positividade.

Sinergia positiva não vem senão após períodos de testes e provações: maturidade e estabilidade. Assim são e devem ser todas as relações humanas.

Sinergia positiva chega sem que alguém ofereça algo ou sem que alguém demonstre estar pronto para receber algo: é vivido mutuamente e é inseparável. Não há esforço para compreensão, pois são a mesma coisa: um único ser, porém duas pessoas.

Afastando-se das Influências Negativas

Não é seu ofício mudar ninguém. Não gaste tempo ou esforço tentando mudar alguém. O tempo prova quem está buscando o melhor e quem não está, quem está buscando melhorar e quem não está, quem tem dificuldades reais e quem não tem. Siga sua intuição e saberá reconhecer. Pessoas são suas influências mais diretas. A não ser quando alguém é um polo exclusivo de negatividade, este se mantém num ciclo infinito de autodestruição e de automanutenção negativa o tempo todo.

Identidades e Papéis

Você só pode ser enganado por quem confia. Escolha em quem confiar e confie acima de tudo em você e no seu próprio julgamento. Familiares, cônjuges, “amigos”, estes podem lhe trair profundamente e deixar marcas. Pessoas com as quais você mantém contatos superficiais só podem lhe causar poucos danos e serem superficiais. Sempre que possível se afaste e reorganize seu espaço e as pessoas com quem interage. Não sendo possível, reduza a quantidade e intensidade das interações.

Negatividade e Verdade

Uma vez mergulhado na negatividade, seja pelo ambiente, pelas pessoas com quem se envolveu, por intenções ou quaisquer outras coisas que sejam, você já estará destruído e transformado em outro ser. Recupere-se para voltar a ver com clareza e para se enxergar novamente do modo que você realmente é. Lembranças primárias de bons momentos ou boas sensações podem ser pobres inicialmente, mas farão com que você tenha certeza de que já foi algo diferente, original e único, que possui assinatura própria, que merece a glória de ser bom como se realmente é e de que tem valor.

Positividade e Verdade

Você só cultivará o que é positivo dentro de você. Jamais fora de você. Projetar o bem que sente sem reconhecer que, antes, esta positividade vem de você, em primeiro lugar, é o maior erro que alguém pode cometer; confie em si próprio.

Quadros Comuns: Depressão, Síndrome/Vítima de Abuso Narcisista, Trauma, Transtorno de Estresse Pós-Traumático, Transtorno de Estresse Pós-Traumático Complexo, Ansiedade, Pessimismo, Pensamentos Negativos, Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC), Descontrole

Continuidade: Positividade – Parte 2