A verdadeira Terapia Hipnótica

Estabeleço aqui o que define a Psicoterapia Sem Falhas, a verdadeira hipnoterapia, criada por mim. A única que funciona de acordo e diante dos conceitos práticos da realidade hipnótica e dos princípios inerentes ao hipnotismo.

Todo profissional que queira trabalhar com a verdadeira Terapia Hipnótica, aquela que não há falhas, aquela que apodera o cliente e o responsabiliza pelo seu bem-estar e saúde, deve aderir aos princípios aqui listados, caso contrário facilmente se enganará, sendo guiado pelo caminho moderno e convencional, não compatível com a verdade hipnótica, caminho este, aliado às tradições mais novas e contemporâneas, que incitam dúvida e impedem a evolução da saúde humana como item autônomo e inerente ao próprio ser vivo e seu domínio.

A armadilha moderna da falsa hipnoterapia

É muito comum ouvir falar em hipnoterapia, hipnoterapeuta ou referir-se a profissionais que utilizam a hipnose em suas práticas. Porém, aquele que busca a verdadeira realidade hipnótica não pode ser enganado por procedimentos e protocolos estabelecidos por antigas academias de saúde, sejam médicas, psicológicas, ou até mesmo alternativas e holísticas.

Os protocolos acadêmicos esquecem que no berço das ciências humanas, a verdade se dobra a vontade do homem.

A ciência não é independente da realidade humana, porém a realidade humana é independente da ciência.

A Terapia Hipnótica é a mais eficaz ferramenta transformativa existente na humanidade e deve ser entendida como tal para que possa ser usufruida com todo seu potencial humano e transformativo.

A hipnose é o que cria a realidade. O hipnotismo define e explora o potencial universal que o humano possui de criar sua própria realidade. A pessoa que busca a hipnose deve acreditar nisto e deve ser um astuto e persistente aprendiz destas verdades.

Quando não há adesão aos protocolos universais da Terapia Hipnótica, os erros mais comuns encontrados tanto por profissional e cliente são:

  • Falha em entender a hipnose como processo e suas verdades;
  • Limitação da aplicação do procedimento terapêutico como relaxamento, “transe profundo” ou responsividade física fenomenológica;
  • Determinação de incapacitação para o cliente, tornando-o impotente e desacreditado de suas próprias habilidades durante o processo de revitalização e harmonização individual;
  • Limitar-se a procedimentos retrógrados e processos regressionistas, baseados na academia psicanalítica/psiquiátrica/psicológica padrão de conotação Freudiana ou Espírita/Espiritualista, sendo estes a regressão de idade ou de vidas passadas;

Protocolos da Terapia Hipnótica

Abaixo listo os itens que definem uma verdadeira terapia hipnótica:

  1. Toda Terapia Hipnótica deve ser iniciada antes do primeiro encontro profissional e deve estar focada na obtenção de resultados o quanto antes;
  2. A Terapia Hipnótica só pode ser realizada quando ambos terapeuta e cliente concordarem em caminhar numa única direção;
  3. A Terapia Hipnótica tem por obrigação a priorização do uso da hipnose e do hipnotismo como método primário de trabalho, porém não priva o profissional da utilização de outras técnicas ou abordagens terapêuticas.
  4. A Terapia Hipnótica possui início, meio e fim, porém não limita nenhum processo evolutivo, sendo sim, esta, o maior elemento que o corrobora;
  5. Toda Terapia Hipnótica deve ter como objetivo tornar o cliente um ser autônomo e independente, capaz de cuidar do seu próprio bem-estar através do uso da realidade hipnótica, seus procedimentos e técnicas;
  6. A Terapia Hipnótica sempre deve ser apresentada ao cliente como um processo de aprendizado onde ele entenderá, recebendo o auxílio e investimentos provedores de resultados vindos do profissional que lhe guiará, que ele é responsável pela criação do seu problema e da sua própria Solução, com sua própria mente e com seus próprios esforços;
  7. A Terapia Hipnótica esclarece de forma simplificada qual o papel que o cliente possui como criador do seu problema ou dificuldade, assim também como Solução, estabelecendo as escolhas como conscientes e inconscientes;
  8. Uma vez que os resultados sejam obtidos na Terapia Hipnótica, o profissional tem obrigação de oferecer a Garantia Vitalícia de Resultados, caso seja aplicável ao caso ou caso o cliente tenha demonstrado a execução do seu papel participativo no processo com êxito;