A hipnoterapia só usa a parte boa e “não assustadora” da hipnose (se é que você ainda acredita que há algo de assustador nela). Imagine o quão bom seria participar de um processo terapêutico com estas características:

1. Pouca reclamação e muita ação (solução)

Esqueça voltas e voltas na sua vida e buscas intermináveis de problemas do passado. Na hipnoterapia, você ouve mais do que fala. Algumas vezes, o processo terapêutico se torna uma conversa agradável e descontraída. A consequência disso é a facilidade de adquirir informações importantes e promover mudanças poderosas com o maior comprometimento não-consciente que sua mente é capaz de oferecer através da hipnose.

2. Prazeroso e didático

A sensação de estar hipnotizado é incrivelmente prazerosa, descrita por muitas pessoas como uma das melhores sensações já experienciadas. À cada sessão, esta sensação é amadurecida e a experiência hipnótica reforçada, tornando sua capacidade de aprendizado mais flexível e, facilitando a associação dos seus objetivos com sua realidade atual.

3. Mudar naturalmente, sem esforço consciente

Na hipnoterapia, maior parte das mudanças ocorrem sem nenhum esforço consciente. E, mesmo quando necessário algum esforço, tudo é incrivelmente facilitado pelos processos hipnoterápicos. A regra número um aprender a conversar com sua própria mente e deixá-la trabalhar livremente.

4. Mudança e evolução sem limites

Você quer parar de fumar ou somente fumar 3 cigarros por dia, um após cada refeição? Você só quer emagrecer 20 quilos ou quer se tornar um atleta? Seu objetivo é perder o medo de falar em público ou se tornar um palestrante? Na hipnose você escolhe. Os objetivos são bem definidos e cada um deles é trabalhado ao seu desejo e bom gosto.

A hipnoterapia só tem a adicionar pontos positivos na sua vida. Mudanças que você tanto procurava fazer começam a fazer parte da sua vida num piscar de olhos.